Mamãe baleia apresenta o mar “chocolatão” ao filhote no litoral gaúcho.

Uma baleia-franca e o filhote foram vistos na última sexta-feira (27/08) brincando no Balneário Tiarajú em Tramandaí, litoral norte gaúcho. O publicitário e fotógrafo Marcelo Langon testemunhou a diversão das duas baleias que entravam e saiam da água cor marrom, num típico dia de mar “chocolatão”.

A água marrom e o vento que soprava do alto mar, em direção a terra, aos poucos veio trazendo águas mais claras. Esta condição climática fez com que o mar tivesse duas cores bem definidas. De um lado a verde trazida pelo vento e de outro a marrom, próxima a arrebentação das ondas. Foi nesta divisão de cores que as baleias foram vistas durante toda a tarde daquele dia. “Elas estavam nitidamente explorando as diferentes cores do mar e se divertindo muito”, comenta Langon.

Langon conta que havia diversas baleias na praia. Elas podiam ser avistadas facilmente por olhos bem treinados como os dele, e que as duas baleias explorando as cores do mar gaúcho chamaram muito a sua atenção. “Elas passavam de uma cor para outra dando fortes rabanadas, como se estivessem querendo misturar as águas” relata.

Os gaúchos conhecem muito bem o mar marrom que tanto divertiu as baleias. Quando está com esta cor, costumam dizer que a água está suja. Entretanto o que poucos sabem, é que o tom chocolate se deve a proliferação excessiva de algas e nada tem a ver com a poluição.

O fotógrafo explica ainda, que cada baleia-franca pode ser identificada através das calosidades que possui na cabeça. Assim, as baleias mais especiais de cada temporada podem receber seus nomes. A quase dois anos trabalhando também com foto-identificação das baleias-francas que fotografa, ele diz que foi muito fácil escolher os nomes destas baleias. “A mamãe baleia recebeu o nome de Chocolatão e seu filhote, um macho, de Chocolate, finaliza se divertindo.

Marcelo Langon
@mflangon

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.