Mopert apresenta relatório do primeiro semestre de 2020

O Monitoramento Pesqueiro do Estuário do Rio Tramandaí (Mopert) apresenta os resultados preliminares das capturas de pescadores artesanais de Imbé e Tramandaí, referentes ao primeiro semestre do ano passado. As informações foram adquiridas por meio de auto monitoramento, ou seja, os próprios pescadores realizaram o levantamento.

Os resultados apresentados são preliminares, portanto os valores podem ser modificados à medida que são analisados. De janeiro a julho de 2020 foi registrada a captura de 62.459,67 quilos de pescado. O volume comercializado, segundo o Monitoramento, é de R$ 864.310,15, sendo considerada a venda direta ao consumidor, com a comercialização de camarão absorvendo 60% do total. As espécies mais capturadas neste período foram, basicamente, tainha, camarão, siri e papa terra.

Vale lembrar que a pesca e comercialização do bagre-branco e do bagre-boca-larga é proibida no âmbito estadual e federal, conforme Decreto Estadual nº 51.797, de 8 de setembro de 2014, considerando exceções. Porém a 9ª Vara Federal de Porto Alegre possibilitou que um grupo de pescadores artesanais (que cumpram critérios estabelecidos e devidamente cadastrados no Mopert), de Imbé e Tramandaí capture e comercialize os bagres para fins de monitoramento.

O objetivo deste trabalho é avaliar as espécies e a quantidade de pescados que são capturados nas duas cidades. O Mopert é executado pela Prefeitura de Imbé; Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/Governo Federal, com coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Pesca, Proteção Animal e Agricultura (SEMMAPA), de Imbé. A Coordenação Técnico-Científica é de responsabilidade do Ceclimar/CLN/UFRGS. Compõe o Grupo de Trabalho do Projeto: Ceclimar/CLN/UFRGS, Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural – ASCAR/EMATER-RS; Prefeitura de Imbé; Prefeitura de Tramandaí; Instituto de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA); Brigada Militar, através da Patram; Colônia de Pescadores de Imbé Z-39; Colônia de Pescadores de Tramandaí Z-40; Sindicato dos Pescadores de Tramandaí e Agência da Capitania dos Portos de Tramandaí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.