Reunião trata sobre a situação dos Diques de São Leopoldo

O prefeito Ary Vanazzi, recebeu na quinta-feira, 11 de julho, o engenheiro Francisco Morales, e o geólogo da Prefeitura de São Leopoldo, Antônio Carlos Geske, que participaram do trabalho de projetos e execução das obras do sistema de proteção contra cheias, conhecidos como diques.
Vanazzi falou sobre a importância dos diques. “Apesar de termos poucos recursos, estamos realizando um trabalho em conjunto de diagnóstico para sabermos a real situação do sistema de proteção contra as cheias. A análise nos permitirá a realização de um planejamento estratégico de curto, médio e longo prazo”, enfatizou.
Morales destacou que um diagnóstico detalhado de todo o sistema envolve um planejamento integrado. “As ações devem se concentrar principalmente nas questões de desenvolvimento urbano, fiscalização das obras e ocupação de áreas de preservação ambiental”, afirmou.

Desde 2017, a prefeitura aguarda resposta de processo para que a União custeie mensalmente as despesas de manutenção dos diques. O processo ainda tramita na Justiça, sem conclusões. O município quer ainda o ressarcimento pelos serviços executados quando não havia convênio vigente. De acordo com o Serviço Municipal de Água e Esgotos, a estimativa de custo para realizar a manutenção necessária para a eficiência dos diques é de R$ 3,5 milhões por ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.